Repsol começa a produzir energia renovável na Andaluzia
  • A Repsol acaba de lançar o projeto Sigma, composto por cinco centrais fotovoltaicas com uma capacidade instalada total de 204 MW.
  • Com um investimento próximo de 150 milhões de euros, esta construção permitiu a criação de mais de 500 postos de trabalho e irá gerar eletricidade suficiente para 43 mil habitações.

A Repsol começou a produzir eletricidade na região da Andaluzia, através do projeto Sigma, composto por cinco centrais fotovoltaicas com uma capacidade instalada total de 204 MW.

Localizado em Jerez de la Frontera (Cádiz), o Sigma contou com um investimento próximo de 150 milhões de euros e é composto pelas centrais fotovoltaicas Arco 1, 2, 3, 4 e 5. A conclusão da fase de arranque das cinco centrais, já ligadas à rede, durante as próximas semanas, permitirá a produção de 430 GWh de energia renovável por ano, o suficiente para abastecer 43 mil habitações. Esta geração renovável evitará a emissão de um total de 191 mil toneladas de CO2 por ano.

O projeto levou à criação de mais de 500 empregos diretos durante a fase de construção e foi declarado um investimento empresarial de interesse estratégico pelo Governo Regional da Andaluzia. Com esta declaração, o Governo da Andaluzia considera o Sigma um projeto relevante pelo seu contributo ao nível da coesão territorial e do desenvolvimento socioeconómico dos municípios onde está inserido, valorizando também o carácter sustentável e inovador da proposta, que se enquadra nos objetivos de desenvolvimento sustentável, definido pelas normas europeias, estatais e da comunidade autónoma.

Desenvolvimento acelerado de energias renováveis ​​por parte da Repsol

O Sigma é o terceiro projeto solar fotovoltaico que a Repsol põe em funcionamento em Espanha depois de Valdesolar, (264 MW) no município de Valdecaballeros (Badajoz) e Kappa (126,6 MW), em Manzanares (Cidade Real). A Repsol conta com um total de 2.041 MW de energia eólica, solar e hidroétrica instaladas no país. Estas instalações aproximam a Repsol do seu objetivo estratégico de ter 6GW de capacidade instalada até 2025. A empresa já tem projetos em curso nos Estados Unidos, Chile, Portugal e Itália. A Repsol selecionará do seu portfólio total de quase 60 GW, aqueles que desenvolverá na próxima década.

Todos os meses lançamos a nossa newsletter, a qual dá a conhecer os nossos próximos eventos (almoços de empresários, torneios, seminários, conferências) e atividades formativas. Também pode consultar as notícias dos nossos associados.

Subscrição

Editamos, mensalmente, a revista Actualidad€ Economia Ibérica, a qual conta com mais de 30.000 leitores. Distribuída em ambos os países a nível empresarial, a associados e não associados e a entidades oficiais, sendo um excelente veículo de promoção.

Subscrição

A Actualidade-Economia Ibérica é uma revista mensal de informação geral, que pretende dar, através do texto e da imagem, uma ampla cobertura dos mais importantes e significativos acontecimentos nacionais e internacionais, com destaque para a atividade económico-financeira de âmbito ibérico.

A Actualidade-Economia Ibérica é independente do poder político, económico ou outros, procurando uma abordagem objetiva dos temas e de interesse para o público em geral.

A Actualidade-Economia Ibérica identifica-se com os valores da democracia pluralista e solidária e defende o pluralismo de opinião.

A Actualidade-Economia Ibérica assume o compromisso de respeitar, no exercício da sua atividade, o cumprimento rigoroso pelos princípios deontológicos e pela ética profissional dos jornalistas, assim como pela boa fé dos leitores.

A Actualidade-Economia Ibérica pauta-se pelo princípio da distinção entre informação factual e opinião, as quais devem ser claramente separadas e identificadas e repeitando sempre o princípio da boa fé.
Em vigor desde a fundação da revista, em 1971.

A única revista de informação especializada, útil e de qualidade do mercado ibérico. Um excelente veículo de comunicação e promoção no âmbito das relações empresariais.